Teatro é um abraço forte num dia ruim

Lua Blanco abriu o coração e disse com exclusividade o que pensa sobre a influência da arte no relacionamento social.

Lua Blanco Novo visual

                                                                                                                                                  Lua Blanco (Foto: Reprodução)

Ela é atriz, cantora, e também possui um canal onde aborda temas sociais importantíssimos. Hoje aos 29 anos Lua Blanco já passou por inúmeras mudanças que a fizeram crescer pessoal e profissionalmente. Apresentada nacionalmente em 2011 como integrante protagonista da novela e banda Rebeldes, atualmente a bela encerrou as gravações de Ela é o Cara, trabalho cinematográfico que chegará aos cinemas no próximo ano e que também lhe exigiu mudanças visuais proporcionando a possibilidade de viver alguns dias de blue hair e dreads.  Agora, Lua prepara-se para as gravações de "A Força do Querer", novela que em 2017 substituirá "A Lei do Amor", transmitida na Rede Globo em horário nobre.

Nascida em uma família musical e neta do ícone da Bossa Nova, Billy Blanco, ela lançou recentemente seu primeiro disco solo chamado "Mão no Sonho", projeto desenvolvido com auxílio de amigos compositores e patrocinado por Isaac Azar, amigo e dono da rede gastronômica Paris 6. E foi em homenagem ao grande patrocinador e amigo que a cantora preparou uma canção francesa relacionada a amizade e também ao estabelecimento do empresário.

Apesar de muita das vezes não receber o seu devido valor, o teatro é fundamental na formação cultural de qualquer pessoa já que ele também nos faz conhecer um pouco mais sobre a nossa própria cultura, e Lua Blanco não pensa diferente. Já escalada para o musical American Idiot, que terá estréia em 2017, a atriz e cantora abriu seu coração e expos seus pensamentos e sentimentos em relação ao teatro:

Lua Blanco: "O teatro influencia as relações sociais, o desenvolvimento emocional, psicológico e o posicionamento do jovem no mundo. Às vezes somos tímidos, não sabemos como nos colocar quando estamos em contextos desconhecidos, não somos confortáveis em ambientes fora da família e não entendemos muitas coisas sobre a gente. O teatro te arranca desse lugar e nos mostra um mundo novo que não é pautado nas muletas sociais que construímos à nossa volta. Nos torna vivos, despertos, prontos. Passar por esse processo na infância só pode adiantar o processo de saúde social na vida do aluno."

A artista também fez questão de expor sua opinião sobre o teatro de forma filosófica:

Lua Blanco: "Chacoalhar, arrancar do conforto, entreter, distrair, consolar, trazer pra flor da pele aquilo que guardamos no nosso interno, tirar da mesmice. Trazer vida. Despertar pra vida. Permitir a vida. Teatro é um bote de salva vidas num mar revolto. Teatro é uma inspiração profunda de ar fresco num quarto fechado e abafado. Teatro é um mergulho na cachoeira num dia de calor infernal. Teatro é um abraço forte num dia ruim. Teatro te desconecta da loucura da vida pra te conectar com a essência. Teatro te faz presente."

Lua Blanco inclusive apoia o método teatral educacional, que será incluso na grade curricular dos próximos anos com base na Lei 13.278/2016, que defende a inclusão das artes visuais, dança, música e teatro nos currículos dos diversos níveis da educação básica:

Lua Blanco: "Não só como artista, mas como ser humano! Acho que o teatro, assim como a terapia e o esporte, faz bem a todo ser humano de uma forma geral. Não precisa seguir carreira de ator, pra, na juventude, passar pelo processo de treino e engajamento teatral. Ter essa matéria no currículo da escola, mesmo que como eletiva, faria uma diferença enorme na vida de muitos jovens."

Assista ao primeiro clipe musical da artista acessando found.ee/ClipePerdeTudo.

 

 

Entrevista:  Drielly Peniche, 21 de dezembro de 2016

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Topo